sábado, 28 de março de 2015

Presença de Mãe

A minha mãe completa 87 anos de idade nesta data. Como é bom ter presença de mãe conosco, mesmo quando também já cruzamos certas linhas do tempo...

Presença de mãe dá conforto emocional, nos preenche e nos fortalece em nível espiritual. Pena que muitos filhos não têm consciência disso e perdem essa dádiva, pois quantos ausentam-se da presença e da conexão com suas mães por motivos banais, tão insignificantes!... Muitas vezes, somente porque a figura da mãe não corresponde ao modelo da imagem idealizada por eles. Querem perfeição, porém perfeição é algo fictício, não faz parte da realidade da vida.

Recordo-me das palavras ditas por papai antes de falecer: “Temos que dar benefício para as pessoas enquanto estamos vivos. Dar paz, luz, amor, harmonia. Na vida, não existe nada além disso -  paz e harmonia.”    

Quem mergulhou profundamente no mundo interno e expandiu as percepções mais sutis, sabe o valor de estar ao lado de mãe, em especial, aquelas como a Dona Quita – mãe com forte campo de presença amorosa.

Toda e qualquer pessoa, vez ou outra, obrigatoriamente,  terá que lidar com problemas, eles fazem parte da nossa existência, não existe escapatória dos desafios da vida. No entanto, a simples presença de mãe parece ter a capacidade de diminuir a intensidade do estresse e de nosso sofrimento perante certas situações. Já perceberam isso?

Quantas vezes, em meio a alguns problemas e tensões, simplesmente sentei-me quieta ao lado de minha mãe e levantei-me melhor do que quando cheguei. Presença de mãe faz milagres na vida de seus filhos, os que a ela recorrem com humildade e reverência à sua fonte terrena de vida, ainda que isso ocorra no silêncio do ser. Há certas coisas que precisam ser  percebidas e sentidas na nossa interioridade muito mais do que verbalizadas.

Graças a Deus, recebi de Dona Quita e de Seo Hélio o que de mais valioso os pais podem dar aos seus filhos - presença efetiva e amorosa. Qualidade um tanto escassa nas mães e nos pais da sociedade moderna, que priorizam os desejos de consumo ao invés das necessidades afetivas de seus filhos. Geralmenet, a prioridade  dos pais passa a ser dar presentes materiais ao invés de preencher e alegrar o ser de suas crianças com atenção, carinho, amor. Se acontece essa inversão de prioridade, sinaliza que a vida com amor está em falta...

Mamãe sempre trabalhou e ajudou na composição da renda familiar. Mas nunca deixou os seus filhos em segundo plano. Com mãos dadivosas para a culinária, continua a preparar deliciosos quitutes à sua família e aos queridos amigos. Seu bolo de queijo, de arroz e de cinco minutos são imbatíveis na qualidade e no sabor. Em seus quitutes, comemos gotas de amor de mãe.

A matriarca da nossa família tem muitos bons amigos, que a consideram e a estimam bastante. O que cativou seus amigos? A arte de acolher a todos com consideração e carinho. Mamãe faz juz à fama do povo cuiabano e mato-grossense de ser caloroso e acolhedor.

Hoje, celebramos os 87 anos de vida da Dona Quita - vida digna e amorosa. Vamos todos cantar “parabéns pra você, muita felicidade e muitos anos de vida! Viva Dona Quita!”. E um coro bem animado responderá: VIVA! Nesse momento, veremos  no rosto da nossa amada anciã alegria contagiante que só aparece na expressão de uma criança. Quem olhar atentamente seu rosto, não conseguirá definir a idade da Dona Quita no tempo da vida, pois a anciã e a criança se misturaram, se abraçaram e se tornaram uma só existência. 

Mãe, obrigada pela sua presença e por repartir conosco seu amor, seu cuidado e suas bênçãos. Como é bom chegar à sua casa, ter a certeza de encontrá-la, entrar e chamar: Mãe!

ENILDES CORRÊA é Administradora, Terapeuta Corporal e Profª de Yoga com formação e especialização na Índia. Autora do livro Vida em Palavras. E-mail: omsaraas@terra.com.br





















0 comentários:

Postar um comentário