sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Cartazes hollywoodianos

por Enildes Corrêa - omsaraas@terra.com.br     
     
imagem: Google  
Ao ver o número abusivo de cavaletes com propaganda dos candidatos políticos espalhados nas rotatórias e canteiros das vias públicas de Cuiabá não posso conter uma onda de irritação e indignação que acontece dentro de mim. Cartazes com fotos em poses bem estudadas e certamente trabalhadas com os modernos recursos do programa de computador photoshop.

Como terapeuta corporal, é inevitável reparar na expressão de cada olhar, de cada sorriso e na intenção que se tenta transmitir por meio deles.  Há fotos que me dão a impressão de que as pessoas se esqueceram qual era o propósito real e entraram em uma enorme viagem de ego, embarcando  num sonho colorido de artistas hollywoodianos, encarnando papéis de super-heróis e até de personagens doces e puros como os de Romeu e Julieta. Outras, parece que os candidatos estão em algum acontecimento social que lhes dá imenso prazer, tamanho é o sorriso que  escancaram. Em alguns casos, quase não dá para reconhecer as pessoas ao nos depararmos com elas ao vivo e em cores,  pois  foto e realidade tem muitos e muitos anos de diferença. E isso se repete a cada nova eleição, seja em âmbito municipal, estadual ou federal.    

Na observação desses fatos, não dá para deixar de exclamar:  meus Deus, quanta ilusão querem nos vender através de cada foto estampada nos cartazes que espalharam em cavaletes na nossa cidade! Quanta poluição visual temos que aguentar, acompanhada da demonstração pública do narcisismo presente na personalidade desses candidatos.

E não basta um cartaz. Há candidatos que colocam, pelo menos, uma dúzia quase num único local. Tomam posse dos lugares públicos e sequer percebem a grama já seca e morta em cima da qual colocaram as suas fotos.

O verde da grama está morrendo por falta de cuidados dos gestores públicos, tornando a paisagem um retrato falado do descaso da maioria dos políticos com a vida da qual,em época de campanha eleitoral, se dizem “defensores fervorosos”.  

Nos períodos eleitorais, os candidatos políticos usam vários tipos de artifícios para serem lembrados nas nossas memórias, na tentativa de arrancarem o nosso precioso “voto de confiança”. Tornam-se solícitos, atenciosos, encontram tempo na concorrida agenda para visitarem todos os bairros da periferia, frequentam as festas religiosas, entre outras atividades. Depois de eleitos, em sua grande maioria, costumam desdenhar e desprezar os  seus “queridos eleitores”... E disponibilidade ampla e irrestrita para a comunidade? Ah! Isso só nas próximas eleições!

Durante o exercício do mandato parlamentar ou executivo para o qual são eleitos, as reuniões com seus assessores (os mais poderosos) e com as “importantes” autoridades não deixam espaço na agenda para ouvirem as sugestões e as reivindicações daqueles que os elegeram como seus legítimos representantes...

Faço a leitura desses fatos  e sinto tristeza ao ver a degradação do cenário político eleitoral atual no qual prevalecem os políticos profissionais, o poderio econômico e financeiro dos candidatos, o apego ao poder e aos privilégios decorrentes dos cargos públicos eletivos. E a vida sendo deixada de lado, desrespeitada, pisoteada sem nenhuma compaixão pela infecção generalizada da corrupção, pela predominância totalmente insana da visão materialista, que mercantiliza a vida.
 
Ao ver inúmeros espaços públicos sendo praticamente “grilados” pelos candidatos políticos com a colocação de seus cartazes em cavaletes de maneira extremamente invasiva, a grama sendo devastada não só pelas condições da estação na qual estamos, mas também pelo descaso da administração pública municipal, opto por sentar-me um pouco, em silêncio, para deixar passar a minha irritação. Oxalá os poucos candidatos de fato comprometidos com a democracia e a melhoria da qualidade de vida da população possam ser eleitos neste novo pleito e, quem sabe, consigam ajudar a  limpar  as águas turvas da política do nosso país. 

12/08/2010

BENEDITA ENILDES DE CAMPOS CORRÊA é Administradora e Terapeuta Corporal Ayurveda.  Prof. de Yoga Ministra palestras e seminários vivenciais a organizações governamentais e privadas na área de Qualidade de Vida. Autora do livro “Vida em Palavras” – coletânea de crônicas. E-mail: omsaraas@terra.com.br 

Compartilhar nas redes sociais:

0 comentários:

Postar um comentário